As Fontainhas

Fontainhas, o bairro da minha avó, o bairro onde a minha mãe cresceu, o bairro de muitas memórias minhas, que aqui vou partilhar.

As Fontainhas passa ao lado de muitos turistas que visitam a cidade de Setúbal e quero com este artigo que esta zona da cidade se eleve bem alto, porque ela merece!

Para quem não conhece as Fontainhas, este é um bairro piscatório com destaque para as raízes ali deixadas pelas gentes do mar e local de grande concentração industrial. As fábricas conserveiras de Setúbal eram nacionalmente reconhecidas e lembro-me vagamente de visitar a minha avó a uma dessas fábricas onde trabalhou e de vê-la a embalar latas de conserva :).

Passados todos estes anos ( eu não sou assim tão velho!)  ao revisitar este bairro ainda me reconhecem, subi a escadaria das barrocas que antigamente me parecia enorme e a pico, tudo parece estar como antes, as cores das casas mudaram assim como os seus inquilinos, poucos são os que se mantêm; os vasos e canteiros tratados com carinho e a roupa estendida a secar ao sol dá uma cor só vista nestes locais, o cheiro a maresia mantém-se e o sol, sempre mais forte nesta zona, queima-nos a face.

Subo até ao topo ( a casa da minha avó é mesmo no topo 😉 ) e a vista sobre o rio é deslumbrante e é possível, por entre antenas de televisão e telhados, uns  novos, outros marcados pelo tempo, avistar a Península de Tróia.

As maiores lembranças que guardo são as dos Natais passados com toda família na garagem do meu tio Júlio, onde fazíamos um autêntico acampamento que durava três dias ( os meus tios faziam anos de casados a 26 de Dezembro e era a continuação das comemorações do Natal). Guardo também lembrança do amassar da massa para as filhoses, que só a minha avó sabia fazer, e as brincadeiras com os meus primos, sempre com o rio no horizonte. Lembro as idas com o meu pai ladeira a baixo até a doca, quando existia as antigas Caixas (armazéns de rede onde os pescadores coziam as suas redes), lembro o musgo na muralha, lembro o cheiro do mar…

14362636_900127273422158_4103276004929065440_o
Fontainhas – Barrocas
14310391_899325520169000_1786064648923213672_o
Fontainhas – Barrocas
20161030_144929.jpg
Fontainhas – Barrocas
20161030_144922.jpg
Fontainhas – Barrocas
20161030_144902.jpg
Escadinhas das barrocas
20161030_144845.jpg
Vista das Barrocas – Fontainhas

Deixo-me agora de saudosismos e para quem não sabe onde este bairro fica situado, é mesmo defronte do cais de embarque dos ferries que vão para Tróia (cuidado com a passagem de nível). Também podem descer pelo bairro de São Domingos e junto a esplanada dos cafés do miradouro de São Domingos, para quem veio de visita ao  Bairro Santos Nicolau, é só descer a ladeira das Fontainhas.

Muitas das casas desta zona apresentam detalhes arquitectónicos de períodos quinhentistas, seiscentistas ou setecentistas. A zona marcada também pelas escadas desniveladas ( é preciso cuidado 🙂 ), e o chão pavimentado em pedra, são traços de umas Fontainhas de uma beleza própria e rara.

Em zona de gentes de mar, não poderiam faltar as lojas de pesca onde tudo podem encontrar para uma pescaria, a Casa Pita é um bom exemplo bem como a loja do Agostinho.

Local muito frequentado também pela gastronomia e pelo bem servir, no restaurante O Batareo , na Taberna Grande ou no restaurante o Poço das Fontainhas,  o peixe fresco é de qualidade, aliás almoçar no Batareo ou no Poço das Fontainhas é almoçar com história. Já dizia a minha mãe que o antigo Poço das Fontainhas era onde os jovens se cruzavam, sob o pretexto de irem buscar água, para roubarem beijos e juras de amor às escondidas dos pais.

logo

Vários estabelecimentos se estendem por lá e saliento o Café do Nando, onde muitas vezes ia, a taberna do Sebastião, que outrora foi do Balaíta, a mercearia da tia Germana e do tio Jaime que agora é um café e onde a minha avó e muita gente que ali vive e vivia se abastecia e ainda a Taberna que agora é do Sr. António e que foi anteriormente do Tio Manuel João e do Patanisco. Tenho na memória muitos pescadores que ali paravam, ainda vestidos com os seus grandes casacos  (eu chamava casacos à pescador, tive um e na altura estava na moda comprei-o nas Fontainhas, na loja da Dona Ivone) e botas de água à porta dos cafés, hoje ainda se mantém, uns a fazer tempo do aviso (a hora para irem para a pesca)  e outros simplesmente cumprem o seu ritual diário ou regressam da faina.

20161030_144712.jpg
Fontainhas
20161030_145238.jpg
Poço das Fontainhas
20161030_145142.jpg
Fontainhas

Mas não termina aqui, ainda temos São Domingos para visitar, local onde o meu pai viveu com a sua avó Maria Luísa.

Mesmo junto à linha do comboio e depois dos últimos cafés, subam a Rua da Fantasia e parem num dos locais com a vista mais bonita sobre a baía do Sado, o Miradouro de São Domingos e tirem uma foto com o rio  como pano de fundo (existe uma escada mesmo junto ao miradouro que vos dá uma perspectiva diferente e também podem relaxar, vai valer a pena), entrem também no café a Rampa, vão adorar a decoração e os dizeres que forram as paredes deste café com uma das esplanadas com vista privilegiada sobre o rio.

mario-cruz-fotos-076
Miradouro de São Domingos
20160928_102105
Café a Rampa
20161028_140540.jpg
Esplanada do Miradouro de São Domingos
20160920_103820
Apeadeiro de Fontainhas – Sado
20160822_163321
Rua da Fantasia
20160822_130119
Bairro de São Domingos

Sim, ainda têm muito para ver, a Casa do Bocage do poeta setubalense que nasceu a 15 de Setembro de 1765, hoje transformado em Museu, o Museu do Trabalho Michel Giacometti, que de momento se encontra fechado para obras, para melhor servir quem o visita, não esquecer o Palácio Fryxell, com a fachada originalmente setecentista, remodelada no século XIX e a igreja de São Sebastião.

20160913_164649
Museu do Trabalho Michel Giacometti
20160913_164535
Palácio Fryxell
20161028_140406.jpg
Casa do Bocage

20161027_135259.jpg

Depois das visitas feitas, está na hora de comer, e que local melhor do que a Tasca do Barril, simpatia, simplicidade, dedicação e um amor tremendo naquilo que sabem fazer melhor, que é saber receber quem os visita e servir os melhores pratos. Se querem almoçar, petiscar ou mesmo jantar, é aqui, na Tasca do Barril, em pleno bairro de São Domingos, vão sentir-se uns autênticos setubalenses 🙂 :). Mas se a Tasca tiver a abarrotar, esperem :), podem também ir a Pizzaria Boccochino e comer uma bela pizza, ou massa e claro a sangria :).

Aqui tem de tudo e se quiserem ficar hospedados num bairro típico de uma das cidades mais belas do mundo com todo o conforto, o Y Concept Apartments – Setúbal, proporciona isso.

20161030_143817.jpg
Pizzaria Boccochino
20161030_143911-1-1.jpg
Y Concept Apartments – Setúbal

Bem, se estás a pensar visitar Setúbal ou és de Setúbal e nunca percorreste as ruas destes bairros, limpa o pó à máquina fotográfica e vais ficar com a tua galeria mais rica, com fotos de um dos locais mais antigos e históricos da cidade, onde a primeira aglomeração remonta ao século XVI e onde Bocage frequentava as  boémias tabernas do bairro.

Aliás a quantos bairros vamos nós quando viajamos para o estrangeiro? Saber mais sobre a nossa cidade é saber mais sobre nós, é saber mais sobre a nossa história.

Vai e sente o bairro!

logo_b

 


Museu do Trabalho Michel Giacometti:

Horário de verão:  (1 de Junho a 15 de Setembro): Terça a sexta-feira, das 09h30 às 18h00
Sábado, das 15h00 às 18h00 – Encerra aos domingos, segundas e feriados

Horário de inverno: (16 de Setembro a 31 de maio): Terça a sexta-feira, das 09h30 às 18h00
Sábado e domingo, das 14h00 às 18h00

Morada : Largo Defensores da República
Telefone: 265 537 880 | Fax: 265 537 889

Email: museu.trabalho@mun-setubal.pt

Casa do Bocage:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s