Coisas do Caminho de Santiago

Como vos tinha dito em Novembro, se a pulseira que havia comprado no Caminho de Santiago rebentasse teria de fazer novamente outro caminho e como o prometido é devido muito em breve começarei a caminhar ;). Este ano de 2017 decidi que seria o ano dos Caminhos e este vai ser um dos primeiros. O caminho de Santiago mudou a minha vida a partir do momento que em Setembro de 2014 passei aquela ponte em Valença do Minho.

 Tem algo mágico que não consegues explicar, só sentindo. Se calhar esta busca incessante de saber o porquê do Caminho, faz com que tanta gente o repita vezes sem conta, e eu acho mesmo que só sentindo. No blog um Caminho para Todos, partilhei um pouco do que foi a experiência e o que é aquilo de Sentir o Caminho.

“Olá o meu nome é Mário Cruz e caminhei com a minha companheira de sempre a Teresa, o Caminho de Santiago a partir de Valença do Minho em Setembro de 2014.
Chegamos a Valência do Minho com a sensação de que deveríamos ter começado logo a caminhar. Tínhamos que ficar mais um dia, mas queríamos sentir o Caminho.
Chega o dia e começamos bem cedo, aquela brisa fresca de Setembro  sentia-se na face, um frio na barriga que passou após os primeiros passos, um sorriso interior desmedido e um silêncio barulhento.
Eu nunca me senti tão calmo e seguro, a Teresa não, mas o Caminho mostrou-lhe que ela era capaz.
Sempre tivemos acompanhados, sim sempre, mas não falo dos peregrinos e sempre que duvidávamos, tínhamos a resposta, a seta amarela aparecia ou um cheiro a rosas se manifestava, era surreal.
Fazer o Caminho para nós foi o desbravar de vários outros caminhos.
O Caminho deixou saudades e depois de o terminarmos só queríamos o próximo, queríamos senti-lo, a terra molhada, o cheiro a rosas, o bosque, os albergues, o Buen camino.
Desde que fiz este caminho de Santiago a partir de Valença perguntei para mim todos os dias, e agora para onde vou? Desde essa altura já fiz o Caminho Nascente, de Tomar a Fátima e o Caminho do Tejo, de Lisboa a Fátima, experiências igualmente enriquecedoras e outras tantas viagens, uma das mais enriquecedoras até este momento foi em Janeiro de 2016, fomos pais de um Super Baby, o Mateus.
Em conversa com um amigo numa viagem que tinha feito pela Europa, conversava comigo e dizia, que caminhar para Santiago e para Fátima era diferente, dizia-me que quando chegou a Santiago, perguntou para si mesmo e agora para onde vou? E quando caminhava para Fátima só queria chegar ao fim, eu senti exactamente o mesmo.
O Caminho mudou-nos e após o terminar sentimo-nos diferentes, tem algo mágico.
Queremos mais e na próxima vamos os três, queremos que o Mateus sinta o Caminho.
Bem haja.”

#A Credencial do Peregrino

is

A Credencial do Peregrino é essencial para quem percorre o Caminho de Santiago, é o nosso passaporte, digamos assim, onde carimbamos a entrada e a saída de um novo destino. Serve para utilizar nos albergues municipais presentes no caminho onde nos é colocado o respectivo carimbo, para no final  recebermos a tão merecida Compostela ( Estes carimbos atestam a passagem do peregrino por esses pontos e, quando os últimos 100 km da peregrinação foram feitos a pé permitindo obter a chamada compostela, documento emitido pela Oficina do Peregrino da catedral de Santiago que comprova a peregrinação a Compostela «com sentido cristão: `devotionis affectu, voti vel pietatis causa´, ou ainda numa atitude de busca espiritual).

#A Vieira

jakobsweg-747482_1920

É por excelência um dos símbolos do  Caminho de Santiago e é vê-las penduradas nas malas dos peregrinos, se fores coloca uma na mochila ;).

#As indicações no caminho

way-of-st-james-1757859_1920

Nunca te irás perder, os caminhos estão muito bem marcados e setas amarelas não vão faltar, bem como a vieira estilizada que significa a convergência dos vários caminhos europeus para a cidade de Santiago de Compostela.

#Amigos

4 etapa 3

Bem, amigos vais fazer com muita facilidade, mesmo se fores um bicho do mato do pior, seja a caminhar ou nos albergues vais conhecer alguém e partilhar histórias :).

#Albergues

2 etapa 3

Uma experiência que se deve ter. Esta foto é do Albergue de Redondela, onde um monte de mochilas faziam fila para guardar o lugar enquanto os peregrinos descansavam, mas se não conseguires ficar num albergue público, existem muitos privados e a preços muito em conta.

#The Way

dfe83ed3a689aa655109f2fc3fefb86a

Se ainda não viste este filme, assim que voltares do Caminho vais ver e vais querer colocar a mochila às costas de novo, se o vires antes de o fazer ainda com mais velocidade marcas férias e pões pernas ao caminho ;).

#Buen Camino

11885101_708311535937067_670971702348858415_n

Esta palavra vais ouvir vezes sem conta e vê-la vezes sem conta. Seja dos peregrinos ou dos habitantes locais o Buen Camino, está sempre presente e tu sem qualquer tipo de preparação vais ser o primeiro a dar esse passo num espanhol muito bem arranhado.

BUEN CAMINO 😉

Anúncios

One Comment Add yours

  1. SuperPower diz:

    Venham mais caminhos 😉

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s